Inicial Publicidade
Exemplar gratuito Índice e Arquivo
Assinatura  

Notícia importante!

Carta aberta aos assinantes e amigos da Via Reiki
Brasília, 14 de maio de 2003

 

Querida amiga da Via Reiki,
querido amigo da Via Reiki,

este ano, nossa revista passou por uma profunda transformação. Como certamente percebeu, a quarta edição da Via Reiki ainda não chegou em suas mãos - permita-nós descrever o ocorrido:

Em abril de 2002, Upanishad decidiu criar uma revista de Reiki sem fins lucrativos, não inspirada pelo espírito do "como fazer para vender muito?". Desejou elevar o nível de discussão, oferecer informações de muitas fontes, dar um contraponto para tantas revistas escritas por jornalistas que não estão pessoalmente dedicados ao assunto Reiki. Achou que as revistas até então vendidas em bancas não fossem adequadas para juntar a comunidade de Reiki numa mesa para comunicar e evoluir. Por isso, convidou autores nacionais e internacionais para entrevistas, escrever artigos. Por exemplo, ainda antes da saída do primeiro número, a grã-mestra de Reiki, Phyllis Furumoto, concordou em publicar uma entrevista, demonstrando sua confiança no Upanishad.

Em julho de 2002, saiu a primeira edição e logo recebeu um eco bastante positivo. Encorajados, preparamos a segunda edição. Esta saiu com uma entrevista cedida pela mestra em Reiki Dra. Claudete França, da ABR.

A base de suporte na comunidade Reikiana do Brasil aumentou e em dezembro publicamos a terceira edição, com mais espaço reservado a matérias e menos anúncios.

Em janeiro, o conteúdo da quarta edição já esteve definido, mas até hoje não pôde ser publicado.

O que aconteceu?

Durante os 12 anos de sua presença no Brasil, Upanishad presenciou o nascimento de várias revistas alternativas-esotéricas brasileiras. Hoje, nenhuma delas existe mais. Coincidentemente, a maioria delas alcançou não mais do que um ano de vida ou três a quatro edições. Pura coincidência? O que aconteceu com estas revistas, publicadas com tanta dedicação, tanto suor e comprometimento, inclusive financeiro?

Agora sabemos, pela nossa própria experiência... O exemplo da Via Reiki ensinou à gente como é preciso criar raizes enquanto o espírito prepara suas asas. Saber voar na hora que tudo está preparado - e não tentá-lo precipitadamente e sofrer uma queda dolorosa.

Os passos dados pela revista brasileira de Reiki foram bonitos, corajosos e, dentro do curto período de tempo, foram grandes. Chegamos ao ponto de necessitar fortalecer as pernas, as raizes da Via Reiki para evoluir e "voar" conforme a demanda do público o deseja. Preparamos uma reestruturação completa do funcionamento da redação, da organização, da distribuição e muito mais. Ficou claro que Upanishad não poderia mais dar os cursos de Reiki, Treinamento de Terapeutas, a Bolsa-Reiki, o Ambulatório de Reiki etc. e, ao mesmo tempo, dedicar-se integralmente à revista. Em fevereiro, procuramos pessoas para aumentar o quadro da equipe e entregar a elas o "negócio diário", enquanto Upanishad dedicaria-se ao conteúdo da revista.

Não tivemos êxito, pois os integrantes da revista não disponham de tanto tempo como necessário, nem a revista dava lucro para pagar um profissional da área em tempo integral. Junto com a decisão pessoal do Upanishad, mudar-se com sua família à Alemanha, não é mais possível continuar nos moldes anteriores.

E agora?

Para você, nosso leitor, assinante e anunciante, significa em primeiro lugar que perde sua revista brasileira de Reiki, pelo menos até que encontramos uma equipe altamente motivada e disponível para dar continuidade à Via Reiki.

Deixamos um abraço de Reiki para todos que compartilham o espírito da Via Reiki,
Upanishad, Elma, Bernadete e Carlos Frederico

Inicial assinatura

© Upanishad K. Kessler, 2002-2003